Se você nasceu entre 1980 e 2000, pertence à geração millennial, também conhecida como geração Y. Portanto, viver rodeado pelas tecnologias e hiper-conectado muito provavelmente faz parte da sua rotina e está praticamente em seu DNA. Outra de suas muitas características é querer construir uma carreira significativa, que o faça sentir-se integrado e bem-sucedido.

Estudar e ser parte ativa do mundo ao redor estão entre seus principais objetivos e, para tal, você busca conhecimentos. Mas, como seu modelo mental se adapta com mais facilidade à cultura digital e às ferramentas que ela disponibiliza, a educação tradicional pode parecer “ultrapassada” e pouco atrativa aos seus olhos.

Afinal, para um nativo digital, os limites impostos por tempo e espaço já não existem. Logo, o ensino a distância (EAD) é o que você busca!

Então, conecte-se já às ideias deste post. Você encontrará valiosas informações sobre a sua geração e como ela se beneficia com os cursos a distância!

Millennials: quem são, como vivem, o que querem

Mesmo nascidos antes das tecnologias da informação e comunicação (TICS) dominarem a cena, os millenials não vivem sem elas. Isso porque cresceram interagindo com o mundo a partir da tela do computador, tanto para consumir ideias e buscar informações como para se relacionar com as pessoas.

Viver, para a geração Y, é uma experiência completa, que para ser experimentada na íntegra exige mais do que estar inserido no mundo: é crucial entendê-lo ao máximo. Assim, os millennials desconstroem modelos antigos, criam outros para atender melhor as suas demandas e mudam a realidade à sua volta.

O que querem? Saber tudo sobre todos os assuntos, mas não mais recorrendo a fórmulas antigas: eles fazem questão de acessar instantaneamente os conteúdos que os interessam e, para isso, usar todas as tecnologias ao seu alcance.

Ensino a distância e millennials

Para uma geração que consome tecnologia o tempo todo, a sala de aula e os horários pré-determinados já não servem mais. É preciso, para atender às necessidades dos millennials, um modelo mais dinâmico e flexível, no qual os conteúdos possam ser acessados de qualquer lugar com conexão à internet e possibilitem construir um aprendizado abrangente.

Funcionamento do ensino a distância

Se você pensa que, na educação a distância, tudo fica por conta do aluno que recebe materiais, estuda e faz provas, esqueça: não é assim que acontece. O ensino a distância propicia intensa interação entre professores e alunos, tendo também a presença do tutor.

No EAD, há atendimentos individuais, durante os quais é possível esclarecer dúvidas com o professor. Esses encontros são realizados com dia e hora marcados para que a interação do aluno com seu orientador se dê em tempo real.

Chats e e-mails são outras formas de comunicação que ficam à disposição dos alunos de EAD, para suas interações com mestres e tutores.

EAD e a interação entre os alunos

Não só de interação com orientadores do curso vive um aluno de EAD. Ele tem espaços para interagir com outros alunos também, tanto em chats quanto em fóruns de discussão. Dessa forma, o ato educativo tem mais eficiência, já que depende não só de conteúdos.

Para o processo de ensino-aprendizagem ser realmente efetivo, a construção do conhecimento deve ser feita por meio da mútua colaboração das partes envolvidas, o que é valorizado e acontece na educação a distância.

Ambientes Virtuais de Aprendizagem

Nos AVAs o aluno encontra os conteúdos das disciplinas nas quais está matriculado e que compõem o seu curso. O acesso é ilimitado: a partir de login e senha, o estudante acessa materiais didáticos, interage com professores, tutores e colegas de turma. Faz ainda avaliações que permitem perceber seus avanços nas matérias.

Isso tudo dá ao aluno controle sobre o próprio ritmo de aprendizagem, pois assim ele pode “navegar” entre os diversos materiais de acordo com sua vontade e necessidade.

No ensino a distância a linearidade não é sempre obrigatória, abrindo possibilidade para se transitar entre os assuntos das disciplinas. O que vai ao encontro do que o millennial está costumado e com o que tem familiaridade: a interconexão de ideias.

Desse modo, a sequência de acesso aos conteúdos e o tempo que o aluno vai se dedicar a seus estudos são determinados por ele mesmo. Facilidades que, bem administradas, têm resultados comprovados.

%d blogueiros gostam disto: